Assistência para viajantes no Japão

Por /

Assistência para viajantes no Japão

No ano passado, o Japão legalizou o compartilhamento de residências. A nova lei altera a Lei de Hotéis e Pousadas do Japão que está em vigor desde 1947 e tinha regras pouco claras e restritivas para o compartilhamento de casas. Trabalhamos com parceiros em todo o Japão para garantir que nossos anfitriões pudessem agora ter regras claras para compartilhar suas casas com viajantes por meio do Airbnb.

De acordo com a nova lei, os anfitriões devem registrar seus anúncios com o governo e informar o número da licença na página do anúncio no site até o dia 15 de junho para poder permanecer ativo na plataforma. Nossos anfitriões têm sido diligentes no processo de licenciamento, e nós estamos continuamente apoiando eles nesse processo. Milhares de anfitriões já atualizaram seus anúncios em conformidade com a nova lei e continuam aceitando reservas, e muitos outros estão finalizando o processo.

Infelizmente, o governo japonês emitiu um comunicado inesperado no dia 1º de junho instruindo qualquer anfitrião sem licenciamento a cancelar as reservas realizadas antes do dia 15 de junho, incluindo os anfitriões que estejam ativamente envolvidos no processo de registro ou aguardando a liberação da licença.

Este anúncio nos surpreendeu, contrariou a orientação que nossa equipe havia recebido anteriormente da  Agência Japonesa de Turismo (JTA) e colocou em risco as experiências de viagem de milhares de pessoas ao Japão.

Assim que soubemos dessa mudança, entramos em contato com dirigentes da JTA para tentar trabalharmos juntos para garantir que nossos viajantes não tivessem seus planos de viagem interrompidos.

Para nossa decepção, depois de várias discussões, incluindo uma reunião hoje (7 de Junho), a JTA não se mostrou disposta a retornar à sua posição original ou a fazer concessões razoáveis ​​para proteger os viajantes que irão visitar o Japão. Em vez disso, a agência indicou que somos obrigados a cancelar as reservas dos anúncios sem um número de licença, sem maiores considerações sobre os transtornos para os anfitriões que estavam prestes a compartilhar suas casas ou para os viajantes animados para conhecer o Japão.

Queremos dar aos nossos anfitriões o máximo de tempo possível para obter o seu número de licença e honrar os compromissos para com os hóspedes. Mas, dada a posição da JTA, também precisamos garantir que nossos viajantes com reservas em anúncios que ainda não receberam uma licença tenham tempo suficiente para encontrar novas acomodações.

Por isso, qualquer reserva agendada entre 15 e 19 de junho em um anúncio no Japão que ainda não tenha uma licença foi cancelada. E de agora em diante,  a menos que o governo reverta sua posição, cancelaremos automaticamente (com reembolso integral) as reservas em acomodações no Japão que não tenham sido licenciadas até dez dias antes da chegada do viajantes.

Sabemos que esta é uma situação frustrante, especialmente porque muitos anfitriões estão próximos de adquirir sua licença. E é particularmente perturbador para os viajantes que têm uma viagem ao Japão planejada para as próximas semanas e meses.

Vamos continuar ajudando nossos anfitriões no processo de registro. Isso inclui apoio para que se reúnam diretamente com especialistas jurídicos, bem como assistência com despesas financeiras adicionais do processo de registro.

Nós sentimos muito por toda essa situação. É uma situação desagradável, para dizer o mínimo.

O Japão é um país incrível para visitar e vamos ajudar nossos hóspedes para lidar com esses transtornos. Para apoiar nossa comunidade, implementamos nosso Plano de Resposta de Viagem do Japão. Iremos enviar um comunicado aos viajantes por e-mail sobre esses recursos nos próximos dias.

O plano inclui as seguintes ações:

1. Fundo de US$ 10 milhões para apoiar os viajantes. Nós estabelecemos um fundo de US$ 10 milhões para cobrir despesas adicionais dos hóspedes que programaram viagens para o Japão e tiveram seus planos afetados pelo cancelamento. Sem que tenham qualquer responsabilidade por isso, alguns hóspedes terão de gastar mais dinheiro para garantir outra acomodação ou pagar taxas com mudança de voo. Para apoiar e proteger nossa comunidade, criamos esse fundo para cobrir essas despesas adicionais inesperadas e inevitáveis ​​causadas por essa situação. Mais informações abaixo sobre este fundo e como solicitar o reembolso. 

2. Reembolso integral e cupons para viajantes. Se um hóspede receber um cancelamento para uma reserva para uma estadia a partir de 15 de junho porque a acomodação escolhida não obteve licenciamento, iremos dar um reembolso integral e um cupom com o valor de 100% do valor da reserva original para uso futuro no Airbnb. Além disso, receberão um cupom de US$ 100 para uma Experiência no Airbnb. Reembolsos e cupons serão processados ​​em até 10 dias.

3. Ajudar a encontrar um lugar para ficar. Se um hóspede não conseguir encontrar acomodações que atendam às suas necessidades no Airbnb, a JTB – uma agência líder de viagens no Japão com acesso a outras opções de acomodação em todo o país – está disponível para ajudar a encontrar um novo lugar para ficar. Os hóspedes podem visitar o JAPANiCAN para obter assistência e mais informações.

4. Suporte 24/7. Nossa equipe está pronta para ajudar e estamos disponíveis 24 horas por dia, 7 dias por semana. Se você precisar de assistência, entre em contato pelo telefone 1-855-424-7262 ou envie um e-mail para japanguestsupport@airbnb.com

Embora seja um momento difícil para nossos anfitriões e hóspedes, acreditamos que as novas regras acabarão sendo uma mudança positiva para a Airbnb e nossa comunidade no Japão. Nos últimos anos, a falta de regras claras para o compartilhamento de casas fez com que muitas pessoas que usavam o Airbnb como viajantes relutassem em dar o próximo passo: se tornar um anfitrião.

A nova legislação resolve esse problema e essa é uma das muitas razões pelas quais apoiamos as novas regras. Haverá, sem dúvida, um período de adaptação, mas as regras e regulamentos claros para o aluguel por temporada tornarão nossa comunidade no Japão maior e mais forte.

Mais uma vez, pedimos sinceras desculpas por esta situação e pelo inconveniente que isso representa para a nossa comunidade. Continuaremos a trabalhar em soluções que funcionem para todos os envolvidos.

Fundo de Apoio ao Hóspede do Japão – FAQ

O que é esse fundo?

No dia 1º de junho, de forma inesperada, o governo japonês nos comunicou que os anfitriões que não tiverem um número de notificação em suas acomodações deverão cancelar reservas futuras, mesmo que essas reservas tenham sido feitas antes do período em que a lei entrou em vigor. Esse comunicado causa enorme transtornos e inconvenientes para os hóspedes que precisam encontrar um lugar para ficar. Estabelecemos um fundo de US$ 10 milhões para cobrir despesas adicionais ​​para os hóspedes que foram impactados por essa mudança.

Quem é elegível para este reembolso de viagem adicional?

Se você é um hóspede que já reservou uma acomodação no Japão para uma estadia que começa no dia 15 de junho ou após essa data e sua reserva foi cancelada, você receberá um reembolso total e um cupom de viagem. Além disso, você pode ter direito a um reembolso adicional. Avaliaremos todos os pedidos de reembolso de despesas adicionais, caso a caso. Em geral , reembolsaremos hóspedes por despesas adicionais razoáveis e diretamente relacionadas ao cancelamento.

Para solicitar o reembolso de despesas adicionais, você precisará nos enviar:

  • Uma cópia do recibo da sua reserva cancelada no Airbnb;
  • Cópias de quaisquer recibos de despesas adicionais inesperadas e inevitáveis ​​incorridas como resultado direto do cancelamento (por exemplo, aumentos nos custos de acomodação ocorridos nas mesmas noites da sua reserva no Airbnb; taxas de mudança de voo, etc);
  • Uma breve explicação sobre estas alterações.

Um membro de nossa equipe avaliará os documentos enviados, entrará em contato com você se houver alguma dúvida e processará seu reembolso. Os recibos podem ser enviados para japan-reimbursements@airbnb.com

Com que rapidez os reembolsos serão emitidos?

Esperamos avaliar e responder qualquer solicitação de reembolso dentro de duas a quatro semanas.

Como os hóspedes receberão o reembolso?

Os hóspedes receberão reembolsos pelo método de pagamento registrado no Airbnb. Para quem não possui um método de pagamento cadastrado, solicitamos que o façam para receber o reembolso de maneira rápida e fácil. Mais informações sobre edição ou alteração de métodos de pagamento podem ser encontradas aqui.

Perguntas, comentários e outras consultas podem ser enviadas para press-br@airbnb.com