Liberte o Esquilo Viking que Há em Si

Por /

Liberte o Esquilo Viking que Há em Si

O autor de top de vendas e hóspede assíduo da Airbnb pôs o mundo inteiro a falar sobre a arte dinamarquesa do hygge — o ritual de estar aconchegado em casa ao mesmo tempo que desfruta dos prazeres mais simples da vida. Agora, Meik quer partilhar as suas dicas sobre como aplicar a filosofia hygge enquanto viaja. Na realidade, não é nada complicado. Em poucas palavras: liberte o seu animal espiritual aconchegante.

Meik Wiking, autor do livro “O Livro do Hygge”

O que torna uma casa “hygge”?

Hygge é a arte de criar uma atmosfera acolhedora. O mais importante não é o aspeto — mas sim a sensação, o som e a forma como as coisas afetam o nosso humor. O design da nossa casa influencia o nosso comportamento. É um lugar onde gostaria de ficar escondido com um bom livro quando está a chover? Nós moldamos as nossas casas, e em retorno elas moldam-nos a nós.

Existem maneiras simples de um anfitrião tornar a sua casa “mais hygge”?

Pense como um esquilo viking — como desenharia a sua casa? Traga a natureza para dentro. Pense de forma táctil. Qual o toque das coisas? A madeira e a cerâmica são mais hygge do que o aço e o vidro. Pense também na forma como as pessoas interagem nesse espaço. Existe um bom lugar para se sentar e ler? Se não, pense em criar um recanto hygge em frente à lareira. Dê especial atenção à iluminação do espaço, pois é fundamental para dar ambiente. Escolha um estilo mais quente e suave e crie pequenos pontos de luz dispersos — em vez de ter um foco de luz branca e agressiva no meio do teto.

Qual é a importância do Hygge quando viaja? Pode tornar a viagem menos stressante?

No ano passado, voei todas as semanas. Os melhores lugares para ficar são aqueles onde nos sentimos tanto em casa, como longe. É quando estamos a vivenciar algo novo, mas com uma aconchegante sensação de familiaridade.

O que é mais importante para si quando procura um lugar para reservar?
Gosto de lugares onde é possível ver que vivem lá pessoas: há livros, tachos e panelas para eu cozinhar se me apetecer. Viajo muito, por isso quando tenho tempo prefiro ir aos mercados locais e cozinhar em casa do que comer em restaurantes.

Aqui estão alguns dos anúncios favoritos de Meik com características marcantes de hygge:

The Totem Terrace

Se uma casa parecer ter sido decorada por um esquilo viking, então tem o fator hygge — e este anúncio transborda isso! Seria tão hyggelig estarmos na banheira com um copo de vinho a olhar para as montanhas!
The Shepherd’s Hut

Uma cabana de pastor é a pura definição de hyggelig. O que mais me atrai nesta, é o facto de ser uma cabana de um só quarto com uma lareira. Adoraria ficar aqui a ler e escrever — e dar passeios ocasionais para espairecer.
3 Story Victorian in the Trees

Quando algo é rústico, é mais hyggelig — e esta casa tem três andares repletos de charme rústico. Consigo até imaginar o som que as tábuas de madeira do alpendre fazem quando andamos sobre elas.

Cosy House in the Forest

O fator hygge desta casa é sem dúvida a lareira exterior onde se podem sentar 15 a 20 dos nossos amigos. Sugiro uma dieta de salsichas e marshmallows — assados sobre o fogo — acompanhados de vinho quente.

Lovely Lake District Rural Retreat

Não é apenas o aspeto e a sensação das coisas que transmite hygge. Aqui, pode imaginar deitar-se na cama e ouvir o som das ovelhas. As ovelhas são hygge. É por isso que os dinamarqueses têm pele de ovelha em todo o lado.

 

Underground Hygge

Isto não é só hygge subterrâneo — é hygge elevado a mil. Parece saído diretamente d’O Senhor dos Anéis — é hygge para hobbits.

The Heart of Copenhagen

Gosto muito da forma como foram utilizados os tecidos neste apartamento. Parece um excelente sítio para ler deitado na rede ou aconchegado na chaise-longue, rodeado de mantas de lã. As mantas nunca estão a mais quando se fala de hygge.


Happy days on Crete & cooking classes

Hygge é saborear os pequenos prazeres da vida — e este parece o lugar ideal para passar um dia inteiro a cozinhar, saborear um copo de vinho e passar uma longa noite à mesa de jantar com uma refeição cozinhada a lume brando.

LOFT BUNGALOW DESIGN MASTERPIECE

A iluminação é essencial quando falamos de hygge. O que procuramos é uma luz mais quente e suave, quase como se estivéssemos numa pequena gruta. Adoro os candeeiros que colocaram na árvore — criam uma atmosfera muito agradável.

Gum Tree Lodge

Além de haver um fogão a lenha, o alpendre parece ser muito hyggelig. É coberto, por isso podemos sentar-nos lá quando está a chover a ler um bom livro com uma bebida quente na mão. É o tipo de lugar onde quase que queremos que chova durante as nossas férias — só para podermos passar o dia inteiro naquele alpendre.

Envie as suas perguntas, comentários e outras questões para press-br@airbnb.com